revisão para prova: estudo do pronome [caso reto e oblíquo]

1 mês atrás

 

CONCEITO

Pronome é a palavra que acompanha, substitui ou retoma substantivo, indicando sua posição em relação às pessoas do discurso ou mesmo situando-o no espaço e no tempo.

 

Pronome pessoal
O pronome pessoal do caso [reto]  é aquele que indica as pessoas do discurso. Os pronomes pessoais retos, geralmente referem-se ao sujeito da oração, e são:

 

 

Singular:
Eu – a pessoa que fala;
Tu (você) – com quem se fala;
Ela/Ele – de quem se fala;

EX.

Ele gosta de sorvete, mas eu prefiro açaí.
Você(tu viste) viu o tanto que o primeiro ano do Visão é TOP
Ele é bom aluno, mas está muito hiperativo nas aulas

 

Plural:
Nós – o grupo, no qual a pessoa que fala se inclui;
Vós (vocês) – as pessoas, com as quais se fala;
Elas/Eles – pessoas das quais se fala.

EX.

Nós precisamos nos conscientizar sobre o alto preço dos salgados
Estamos falando de vós, que estais a cantar. / Só vós sois o Altíssimo. ( entrando em desuso)
Eles se casaram no mês passado e já estão infelizes com a relação.

 

 

Principais diferenças entre [pronome pessoal do caso reto e pronome oblíquo]

 

Pronome do caso reto: Desempenha a função de SUJEITO da oração (ou seja, quem exerce a ação do verbo). Na norma padrão, não é adequado que seja utilizado como complemento verbal (função atribuída aos pronomes oblíquos)

 

Pronome Oblíquo: O pronome oblíquo exerce a função de complemento verbal, ou seja, objeto direto ou objeto indireto. Popularmente é conhecido como sendo a forma pronominal que sofre a ação do verbo. 

 

 

Pronomes oblíquos

Os pronomes pessoais oblíquos referem-se ao objeto direto ou ao indireto do verbo (ou seja, sofrem a ação do verbo), podem ser átonos ou tônicos.

São pronomes oblíquos átonos: me, te, o, a, lhe, se, nos, vos, os, as, lhes

São pronomes oblíquos tônicos(silaba TÔNICA): mim, ti, ele, ela, si, nós, vós, eles, elas.

 

Os pronomes pessoais oblíquos tônicos (SEMPRE)são usados com preposição.

EX.

A mãe ansiosa esperava por mim.
Entre mim e ti há uma distância enorme.
Comprei um presente para ela.

 

> Pronomes pessoais oblíquos tônicos

Os pronomes pessoais oblíquos tônicos são sempre precedidos de uma preposição, como: para, a, de e com etc.  Devem ser usados quando, na frase, o substantivo que substituem tem função de OBJETO INDIRETO. 

Pronomes pessoais oblíquos tônicos

1.ª pessoa do singular – mim, comigo
2.ª pessoa do singular – ticontigo
3.ª pessoa do singular – eleelasiconsigo
1.ª pessoa do plural – nósconosco
2.ª pessoa do plural – vósconvosco
3.ª pessoa do plural – eleselassi, consigo 

Exemplo de uso dos pronomes Oblíquos tônicos

Você comprou esta blusa para mim? (objeto indireto)
Você sabe que eu gosto de ti. (objeto indireto)
Amanhã vou ao cinema contigo. (adjunto adverbial)
Não existe mais nada entre mim e ti. (complemento nominal)

 

> Pronomes pessoais oblíquos átonos

Os pronomes pessoais oblíquos átonos não são precedidos de uma preposição. Podem ser usados quando, na frase, o substantivo que substituem tem função de objeto direto (o, a, os, as, se) ou de objeto indireto (lhe, lhes / a ele, a ela).

Pronomes pessoais oblíquos átonos

1.ª pessoa do singular – me
2.ª pessoa do singular – te
3.ª pessoa do singular – o, a, se, lhe
1.ª pessoa do plural – nos
2.ª pessoa do plural – vos
3.ª pessoa do plural – os, as, se, lhes 

Exemplo de uso dos pronomes Oblíquos átonos

Eu comprei-o numa loja no centro da cidade. (objeto direto)
Meu pai não a viu em lugar nenhum. (objeto direto)
O diretor ligou-lhe, mas ele não atendeu o telefone. (objeto indireto)
A professora não lhes deu mais nenhuma oportunidade. (objeto indireto)
não me ofereceram nada em troca por minha ajuda (colocação pronominal / próclise)
ofereceram-me dois salgados e um pira kids (colocação pronominal / ênclise)

 

 

PARA CASA [EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO]

Meninas e meninos, revisem o conteúdo sobre pronome trabalhado em sala de aula(página 93 até a página 100) e para fixação dos conceitos, façam os exercícios presentes nessas páginas. Bons estudos.

 

Comentários